Dia dos Pais- Deus é Pai, Pai é Deus!

injepeças-dia-dos-pais

Comemoramos mais um dia dos Pais em 09 de agosto de 2015.

E dentro desta relação de entre Pais e filhos o caminho para uma relação de paz, alegria e experiências agradáveis esta mais perto do que podemos imaginar.

Deus é Pai ou Pai é Deus.

Em muitas situações do nosso cotidiano quando nos deparamos com coisas que não estão ao nosso favor, falamos: Deus é pai ou Pai é Deus.

Em muitas religiões, dá-se o título e as atribuições de Pai ao Deus supremo. No judaísmo, Deus é chamado Pai porque é o criador, aquele que governa e protege. O cristianismo herdou esta concepção, dando ênfase à relação Pai-Filho revelada em Jesus Cristo.

Deus, como primeira pessoa da trindade, é agente responsável pela criação do universo, e dos reinos vegetal e animal. Ele é o detentor de toda a criação, e reina sobre toda ela, tendo a participação, principalmente na criação humana: “façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança” (Gn. 1:26).  

Dentro da nossa atualidade será que nós homens ainda estamos dentro desta semelhança? E como Pais, será que ainda somos os agentes responsáveis pela criação e instrução de nossos filhos? E como filhos, estamos vendo nossos Pais como Pais?

Estive procurando uma mensagem para o dia dos Pais com respostas para estas duvidas e me deparei com esta história, do vídeo de Emerson Nolasco, transcrevo aqui em palavras:

“Amar é Se Doar”

Esta é uma vila de pescadores comuns. Meu Pai sozinho me trouxe até aqui. Meu Pai não tinha muita educação, então naturalmente ele se tornou um pescador.

Meu Pai fazia o melhor que podia para me educar.

Ele era um Pai: tradicional, serio e solene.

Meu Pai nunca soube expressar o seu amor por mim. E muito menos demonstrá-lo com carinho.

Um sorriso gentil, ou um tapinha de leve em minha cabeça seria o seu limite.

Quando eu fazia algo errado ele reclamava, mas logo cuidava de mim.

Em minha memória meu Pai nunca tinha me batido. Até o dia que fui pego roubando um estojo.

Naquele dia eu chorei… Mas ele chorou mais…

Naquela noite, com o coração em pedaços ele entrou em meu quarto e me aplicou remédios.

Enquanto eu fingia dormir, ele fez tudo para não me acordar.

Ele comprou e me deu o estojo, mesmo sem eu merecer…

A maior parte do tempo à vida era difícil para o meu Pai.

Mas meu Pai sempre trabalhou duro.

Porque o tempo todo meu Pai tinha um sonho.

Ter a nossa própria casa.

Meu Pai passou por mais dificuldades do que outros para realizar o seu sonho.

No ano que tivemos a nossa própria casa, nesse dia o Papai e eu estávamos muito felizes.

Mas, o tempo passa rápido.

E o tempo que foi vivido nunca mais voltará.

Quando meu Pai fez 58 anos, eu percebi que ele tinha o mal de Alzheimer.

Ele saiu de casa, mas não soube como voltar.

Ele ficava olhando para o nada. Ele estava voltando a ser criança de novo.

Ele urinava nas roupas…

E a minha carreira estava começando a decolar.

Mas, muitas vezes tinha que correr para casa pra cuidar do meu Pai, ou busca-lo perdido em algum lugar.

À medida que a doença avançava, algumas vezes ele não me reconhecia.

Algumas vezes se mantinha estável, outras vezes era terrível.

Superando até a minha capacidade de cuidar dele. Certa vez ele quase foi atropelado.

Eu queria lhe dar o melhor atendimento, e o coloquei em um asilo para que eu pudesse seguir minha vida.

Em um dia que meu pai estava estável, ele mandou me chamar.

E quando cheguei ao asilo, na porta do seu quarto vi uma funcionaria gritando com ele: – você que deveria se limpar, nem seu filho lhe suporta! Fiquei horrorizado.

            – deixe de falar bobagens, falei para ela;

            – Se não gosta do meu trabalho, cuide do seu pai você, falou ela.

            – Eu cuido! Saia daqui! Saia daqui agora!

Com o silêncio da sala e ouvindo a sua urina pingar no chão.

Vi um envelope com uma carta em cima da cama.

Era uma carta do meu Pai para mim com uma fotografia de nós dois, velha e desbotada.

E em palavras simples e verdadeiras meu Pai escreveu:

– “Meu amado filho, me perdoe por estar doente e estar lhe dando tanto trabalho. Eu não quero te esquecer, tenho me esforçado pra guardar teu rosto em minha mente. Sei que sou um fardo, mas não quero pena, eu quero amor”.

Junto com a carta, vi um extrato de uma poupança em meu nome.

Uma fortuna, que ele poupava pra mim desde criança.

Ele abriu mão dos sonhos dele, para realizar os meus.

Chorei muito naquele momento olhando para o meu Pai…

Levei-o para casa, banhei-o, e chorava enquanto passava um filme em minha cabeça. Não fiz outra coisa enquanto o banhava a não ser pedir perdão…

– Meu querido pai me perdoa Pai, me perdoa Pai, me perdoa, por favor, me perdoa Pai.

Se você quer sentir melhor a emoção veja na integra o vídeo e emocione-se, deixo o link: 

https://www.youtube.com/watch?v=wQVkK2owk1M

Enquanto eu escrevia, lagrimas escorriam de meus olhos na lembrança de meu Pai e de minha Filha. Meu pai Sr. Roberto Deiques e minha filha Ariane Deiques, faleceram em janeiro deste ano, no mesmo dia, ambos por problemas cardíacos.

Declaro esta mensagem de Dia dos Pais aos dois, pois no mesmo instante que fui Pai, fui filho.

– Me perdoa Pai, me perdoa!

– Me perdoe filha, me perdoe!

A história é para refletir sobre aquele momento que passamos junto de nossos Pais. Sabemos que nos dias de hoje tudo é muito na correria, mas no momento em que estou junto de alguém, ali estou de corpo e alma.

 A Injepeças deseja a todos um feliz Dia dos Pais. Divirtam-se, curtam seus Pais e Pais, façam a mesma coisa com seus filhos, divirtam-se.

Regis Deiques- Marketing Injepeças

Mande e-mail para: marketing@injepecas.com.br.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s