Amortecedor | Qual é a Hora de Trocar?

injepecas-amortecedor-suspensão-KYB-Nakata

O amortecedor é um dos componentes do sistema de suspensão mais importante de um carro. É ele que assegura a estabilidade em freadas e curvas.

Amortecedores desgastados ou danificados podem trazer diversos riscos aos ocupantes e ao veículo. Veja a lista:

– Eleva a distância de frenagem;

– Tende a facilitar a aquaplanagem;

– Sai para o lado de fora das curvas;

– Compromete a estabilidade do veículo;

– Causa o aumento de gastos imprevistos;

– Contribui para a diminuição do conforto de passageiros;

– Perde o alinhamento dinâmico das rodas;

– Diminui a duração dos freios;

– Aumenta o desgaste de pneus.

O amortecedor trabalha em conjunto com as molas, controlando os seus movimentos, para que a carroceria não fique oscilando e a mola não chegue ao final de seu curso.

Esse componente é de fundamental importância para sua segurança e dos demais ocupantes do carro. Ele dá sinais quando chega o momento certo para troca-lo. Saibam quais são os sintomas:

– Vibrações, barulhos e ruídos na suspensão;

– Balanço excessivo depois de freadas e arrancadas;

– Perda da estabilidade em curvas e pistas ruins;

– Vazamento de óleo;

– Redução do contato entre o pneu e solo (quicando);

– Deterioração prematura dos pneus;

– Instabilidade para conduzir.

A vida útil de um amortecedor é muito variável, depende das condições em que o veículo trafega e também de sua quantidade de carga.

Tem alguns fatores que interferem na durabilidade dos amortecedores, temos algumas dicas de suma importância para lhe ajudar:

.- Evite terrenos irregulares eles exercem mais impacto;

– O modo como você conduz o veículo;

– Evite passar em lombadas com uma roda e depois outra (de lado);

– Excesso de peso;

– Observe a pista para não cair em um buraco;

– Evite passar de forma brusca em redutor de velocidade;

É bem certo de exame visual pode defini-lo, como sinais de vazamento do fluido hidráulico, deformações, amassados e outros sinais de que o amortecedor está prejudicado, mas como regra geral a maioria diz para trocar a partir de 40.000 km.

Também fique atento ao comportamento do seu carro, se esta obedecendo ao seu comando de direção, se a perda de contato ao solo com a menor irregularidade do piso, se esta acontecendo pancadas ao final do curso (batente). Vá até o seu mecânico de confiança e veja se esta tudo normal.

Principalmente use o bom senso, confie nele.

 

Regis Deiques

marketing@injepecas.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s