10 DICAS DO SENSOR DE VELOCIDADE DO VEÍCULO

10 DICAS DO SENSOR DE VELOCIDADE DO VEÍCULO E MAIS INFORMAÇÕES.

Então, o que é exatamente um Sensor de Velocidade? E quais são as funções do Sensor de Velocidade? E para que finalidade ele serve? Bem, para iniciar a nossa conversa, há um número de diferentes tipos de sensores que são utilizados por vários sistemas automatizados em um veículo.

O QUE É UM SENSOR DE VELOCIDADE

Os veículos modernos usam a multiplexação, que nada mais é do que uma combinação de dois ou mais canais de informação por apenas um meio de transmissão através de um sistema embarcado de automação.

Conhecidos como computador de bordo serve para compartilhar informações de velocidade do veículo entre os módulos. Por exemplo, o sistema de direção hidráulica assistida variável (VAPS) no veículo utiliza a entrada do Sensor de Velocidade do Veiculo (VSS) para regular a pressão da direção hidráulica, assim acaba dando uma maior assistência em velocidades lentas, fazendo com que as manobras de estacionamento fiquem mais fáceis de executar.

O sistema ABS usa informações do Sensor de Velocidade, para determinar quando uma roda está travada e libera a pressão para que a roda mantenha uma estabilidade direcional.

INTERESSANTES FUNÇÕES PARA MUITAS FINALIDADES

Por exemplo, muitos veículos novos da Ford usam um eixo traseiro montado com um Sensor de Velocidade para ambas as funções do veículo relacionado à informática e ao ABS.

Cluster Instrumento (IC) e os Módulos Híbrido Cluster Elétrica (HEC) usam a informação de velocidade para operação do velocímetro.

Alguns veículos utilizam sensores separados para o ABS, mas é comum que o computador utiliza a informação proveniente dos sensores de rodas para atuar como um VSS. Por exemplo, os carros mais novos da Ford usam um eixo traseiro montado com um Sensor de Velocidade para ambas as funções de velocidade.

Quando um Sensor de Velocidade falhar, a luz do motor da verificação do carro acende e um código vai para o computador e pode ser lido em uma estação de serviço.

Muitos sistemas de suspensão a ar avançado usam a informação de VSS para determinar a altura do passeio. Estes veículos são reduzidos em velocidades mais altas para uma melhor dirigibilidade.

Estas transmissões confiam na informação do Sensor de Velocidade (VSS) para uma estratégia de mudança quando necessário.

Sistemas de controle de velocidade de cruzeiro conhecido como controle automático de velocidade, conta com o VSS para saber quando deve ativar e desativar o sistema e também para manter uma velocidade constante.

Todos os sistemas de controle eletrônico do motor (CEE) utilizam as informações do Sensor de Velocidade, de uma forma ou de outra. A lista continua, mas tenho certeza de que podemos compreender a importância do bom funcionamento deste sensor.

A maioria dos sensores de velocidade dos veículos mais recente é do tipo ímã permanente, e funcionam da mesma forma como uma árvore de cames ou sensor de cambota, o conhecido virabrequim. Os sensores podem ser montados, quer no caso de transmissão ou montagem do diferencial traseiro.

injepecas-sensor-velocidade-regis-deiques
Ilustração de um sensor tipo hall.

Sintomas de dirigibilidade causados por um sensor defeituoso pode variar muito em função do número de tarefas da saída do sensor que está envolvido.

A maioria dos computadores de veículo irá definir códigos de luz (luz de painel) como uma má funcionalidade relacionada aos Sensores de Velocidade do veículo como “malfunction”.

Mas o que fazer se não houver códigos na leitura? O que devemos procurar?

10 DICAS PARA UMA AVALIAÇÃO DO SENSOR DE VELOCIDADE

1- Em primeiro lugar, ver se há outros sistemas que podem ser relatados a um Sensor de Velocidade com defeito. Por exemplo, se a sua transmissão está mudando mal e o velocímetro não está funcionando, então podemos ter um problema de Sensor de Velocidade.

2- Se os ABS do carro estão desregulados e controle de cruzeiro (automático) parou de funcionar ao mesmo tempo, parabéns seu adivinho, temos uma possível falha VSS.

3- Se você tem uma ferramenta de verificação disponível (scanner), então coloque para cima o valor VSS e verifique se há leituras irregulares ou defeituosas.

4- Faça testes de componentes e de fiação, conforme necessário.

5- Primeiro encontre um valor de resistência de um novo sensor, e verifique se há resistência adequada através dos terminais do sensor.

6- Faça um circuito de teste e verifique se há nos conectores corrosão ou má contato.

7- Devido ao local ter diversos conectores, a entrada de água também pode ser um problema, de modo a verificar os conectores com cuidado.

8- Lembre-se, mesmo se você executar uma varredura, e mostra um sinal do Sensor de Velocidade com defeito, você ainda terá que verificar a fiação e conectores antes de condenar o VSS.

9- Também tenham em mente que alguns veículos têm múltiplos, Sensores de Velocidade dedicados, das rodas ABS e Transmissão VSS para entrada de computador.

10- Sempre tenha a certeza de que está testando o sensor correto.

A Injepeças é uma distribuidora de autopeças e tem vários modelos de Sensores de Velocidade, é só entrar em contato com um vendedor ou representante e solicitar.

Esperamos que estas informações tenham sido útil.

Regis Deiques

Marketing Injepeças

 

Fonte:

https://www.engine-light-help.com/speed-sensor.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s